Top 10 de 2016 (SVNTIVGO)

Olha só quem piou! Piei memo seus ladrão de beat. Tô bastante ausente, né?! Sentiram saudades né, meus bebês?! Mas o swag imaculado tarda, mas não falha. O motivo da minha volta é para lhes apresentar os projetos que mais me agradaram no ano de 2016. A minha lista terá discos que eu mais ouvi, não vou fazer análise técnica nem nada, é só os preferidos mesmo. Continuar lendo

Review Nacional : “Plumas de Cera” por Kodak Ninja & Urso em Mandarim

IAE, como vocês estão? Tudo suave? Eu também to suave, na verdade, estou ótimo.  E para aproveitar esse bom momento, nada melhor que review novo vindo da minha pessoa, né?  Vitor aqui em uma review nacional apresentando para vocês o  novo EP do Fraj (KODAK NINJA) e do Beli Remour (URSO EM MANDARIM), com esse último produzindo todas as tracks e com o Kodak rimando e cuspindo fogo. Pois bem, vamos pro jogo. Continuar lendo

Review: “Do What Thou Wilt.” por Ab-Soul

Coé, seus Saída de Bola de Qualidade Memes! Menino Hussein aqui pra fazer um feat especial na review do Do What Thou Wilt. Esse disco tinha deixado eu e o Vinar num hype do carai pra ouví-lo e, logo quando saiu, a gente viu que tinha um lance bem denso e complexo por trás dele, e aí decidimos escrever essa resenha em conjunto pra que nada passasse em branco. O rapper californiano veio abraçando o ocultismo e outras temáticas bastante polêmicas, e o resultado foi bem controverso por parte do público e da crítica. Vai descendo a bolinha do mouse ai e vê o que nois conseguiu observar no DWTW. Continuar lendo

Topper 10 de 2016 (LAHuss)

Fala aí seus operação Lava Zap! Menino Hussein de volta aos textos nesse sítio virtual que trata de assuntos ligados ao rap. Ninguém sentiu minha falta mermo mas to voltando, e o motivo da minha ausência nos últimos tempos é que o Kendrick me contratou pra ser uma das vozinhas que ele faz nas músicas, ai fiquei trabalhando pra cacete. A firma solicitou os 10 projetos de 2016 que considerei mais relevantes na minha vida ordinária, e aqui tô eu. Não vou fazer menção honrosa mas queria fazer uns adendos: como a lista mescla técnica e a quantidade de vezes que eu ouvi o trabalho, fica faltando coisas como o disco do Brown (que eu achei pica mas devo ter ouvido umas 2x só) e artistas como o D.R.A.M, o Igu e o Raffa, os quais soltaram umas paradas que eu curti esse ano mas que não tavam num projeto só. Tá bom, bora lá. Continuar lendo

Top 10 de 2016 (Shaq)

Salve salve seus responde diss, suave?! Shaq por aqui pra fazer o meu famigerado Top 10, antes de começar queria ressaltar que o a lista foi extremamente difícil de montar (não sei se por falta de bons trabalhos, ou poucos trabalhos muito bons) e o critério de escolha apesar de pessoal que eu usei foi: o que eu mais ouvi e que tenha sido pelo menos um pouco técnico. Ah e não fiz distinção de álbuns ou EP/Mixtapes…

Então sem mais delongas vamos a esse FAUSTOP10.

Continuar lendo