Classic Review: “The Chronic” por Dr. Dre

theclassichronicFala aí, seus vila olimpíca! Voltei as reviews, e agora pra ficar (ESPERO). Então, quase duas semanas depois do meu ultimo post, trago essa classic que eu tô devendo há bastante tempo e pedir perdão pelo vacilo da falta de post, várias provas na universidade e um writer’s block fodido me “impediu” de escrever e por isso mesmo volto de classic porque é um bagulho que me inspira a escrever bem. E vamo falar de Dr. Dre, né pai? Um dos meus maiores ídolos no rap e vamo aí.  Continuar lendo

Classic Review Nacional: “Emicidio” por Emicida

emicidioreviewFala ai seus protestos coreografados, suave? Mais uma vez lhes contemplo com minha presença. Sim, eu mesmo, Santiago mais conhecido como catuaba papi aka swag imaculado aka parça do Rashid. Ae rapa, hoje a review é sobre um cara que tive o prazer de conhecer essa semana e mano… O Emicida é tipo um alter ego do Leandro não sei se vocês tão me entendendo. Ele é muito diferente como pessoa do que a gente ta acostumado a escutar… O Leandro é um cara sereno, calmo e mais soft que o próprio Drake ou até mesmo o Projota, serio. O Emicida me deu “boa noite” véi, que rapper da boa noite mano, alias, quem dá boa noite pra alguém??? A menos que você seja um tiozão(ona) que criou o grupo de whatsapp da família e esse grupo só serve pra corrente anti-pt e gif de bom dia/tarde/noite, parece que se você ficar sem dar bom dia pra alguém essa pessoa morre. Graças a Deus, ao adentrar em um estúdio o Emicida se transforma. Na hora de gravar o negro se transforma em supersayajin 4 em instantes mano, papo 10. Nessa mixtape temos um Emicida no seu auge lírico, politicamente incorreto, sujo, agressivo com mais barras que a porra do cadeião do Maranhão. Continuar lendo

Review: “Black Star” por Mos Def & Talib Kweli

blackstarEm 1998 acontecia duas coisas maravilhosas que mudaria o mundo e uma cultura como um todo. A primeira e mais importante, é o meu nascimento né vei, é óbvio velho, o cara mais lindo e gostoso dessa Crew (Sorry, Santi). Já a segunda, é o “Black Star”, um álbum de rap de uma das maiores parcerias musicais que já pisaram nessa terra: Mos Def and Talib Kweli. E antes que eu me esqueça, essa review vai sair por indicação do maninho Kleber Albuquerque, é nós. Sem mais delongas, vamos simbora. Continuar lendo

Classic Review: “Ready to Die” por The Notorious B.I.G.

BIG_READYReview

Fala pra mim, seus assiste Dez Mandamentos no cinema! EDIR MACEDO GANG, BITCH! Sejam bem vindos a primeira Classic Week da Crew, e quem começa é o Cacique Vinar que vos fala, trazendo a primeira review do Nótorio Bê I Gê no site, já era pra ter rolado antes, afinal é o Biggie, né? Mas antes tarde do que nunca, e vamo pra review do “Pronto Para Morrer”. Continuar lendo

Classic Review: “Illmatic” por Nas

Illmatic_Nas

Fala aí, seus fã de cine band privê! Voltando pras classics revieeews, e dessa vez, um clássico que eu queria fazer há um tempo já, e é óbvio o porque. “Illmatic” é um daqueles atemporais, e super relacionável tipo de álbum. 21 anos depois do seu lançamento, o álbum continua sendo super atual, e isso independe de onde o ouvinte tá, mesmo ele não se relacionando com as letras, ainda pode entender e experimentar, mesmo que indiretamente, o que é relatado no som. Então, bora pra revisão.  Continuar lendo