Review: “Red Teenage Melody” por Night Lovell

nightnovellO leitor Luan Freitas AKA banido, pediu essa review e irei fazê-la e protegê-la. Sendo assim, “Red Teenage Melody” é o álbum que irei analisar nessa semana. E pra quem não conhece,  esse álbum é o segundo lançamento na carreira do Night Lovell, um jovem rapaz canadense que tá fazendo uns barulhinhos no cenário de lá quando o assunto é underground. Bem Luan, cê pediu, tá ai! Vamos simbora.

Eu nunca escutei o Night lovell, só fui saber quem era ele quando eu estava no meu cantinho no facebook quando o maninho postou esse disco e pediu para eu escutar e quiçá analisar. Pois bem, escutei e achei o bagulho um pouco interessante.  No assunto temático, Night mostra que é ainda um jovem escritor nada muito maduro que solta umas linhas constrangedoras e zoadas. Mas, a imposição de sua voz e o efeito que ela passa te faz pensar que é a coisa mais gangster do mundo. Seus temas nesse disco giram em torno na mente de um adolescente canadense de sua cidade. Uma mente repleta prazeres mundanos com drogas, garotas, gangues e de novo, garotas.

Seguindo assim, “Contraband” te dá um impacto legal quando o trap rola solto e as divagações de um cotidiano não muito calmo afloram. Nas musicas seguintes como: “I’m Okay”, “Barbie Doll” e “Guidance”, seguem ainda num cotidiano festivo e sobre garotas. Em “I’m Okay”, o Lovell diz que está tudo bem e que tá cagando e andando para sua ex, porém sabemos muito bem que ele tá numa merda fodida, e isso é passado para a musica seguinte. Já na segunda metade do cd, as garotas são deixadas de lado e os problemas e resenhas de sua vida curta são colocadas de frente. Particularmente, os assuntos abordados aqui não são muito interessantes, o que importa mesmo é sua atmosfera “party club” e como as musicas vão te ajudar legal quando cê tiver chapado fazendo sua festinha.

As produções ficam por parte dos ótimos beatmakers ; Dylan Brady, BLVC Svnd, Glocque, Shell Desporto, Ryan Jacob & Body branco. Arrisco-me a dizer que esse projeto não seria nada sem a ótima produção desse disco. Contudo, nem tudo são as mil maravilhas. As batidas em decorrer das 14 faixas são repetitivas, isso se reflete nas letras também, mas acho que isso se deve a pouca maturidade do Night lovell e também da abordagem que se propõe na elaboração do seu disco. Red Teenage Melody é um certo tipo de projeto para um certo tipo de público alvo, no entanto, se você quiser fazer uma festinha esse cd é uma ótima pedida.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s