Review: “Always Strive and Prosper” por A$AP Ferg

FergReview

Fala, seus stand up do Felipe Neto! Pai chegando pra outra review de segunda feira, e dessa vez vamo falar do A$AP Ferg, que faz parte do coletivo A$AP Mob, e que em 2013 gerou um buzz absurdo com o seu debute “Trap Lord”, eu particularmente não tendo achado esse primeiro álbum lá essas coisas, fiquei animado pra esse álbum assim que ouvi a “Let It Bang” e a “Psycho” no clipe, mas… Vamo pra review!

Okay… Esse álbum foi fail total, ou quase total. Logo nas duas primeiras tracks, temos uma tentativa pífia de fazer sons radio friendly, bem… O resultado disso é “Hungry Hams”, um som bem meia boca, com um instrumental mais voltado pra Electronica, nada de interassante é cuspido, nem mesmo o flow que é considerado por muitos um ponto forte do MC salva a track, isso sem contar o refrão lixão que meteram na faixa. A segunda faixa é, sinceramente, uma das piores coisas que eu ouvi no ano, “Strive” é aquele típico som do Flo Rida, aquele pop rap lixão, tá ligado? Horrivel. Passe longe.

Eis que depois do skit “Meet My Crazy Uncle”, as coisas ficam menos piores: Temos “Psycho” e “Let It Bang” que são, como eu disse na intro, as faixas que me empolgaram pra ouvir o álbum, a primeira tem o instrumental mais criativo de todo o álbum, cê olha o nome da track e pensa “VISH, lá vem porrada!”, mas não… É na verdade um instrumental bem mais laid back, com uns solos de sax intercalando que dá um toque muito pica. Já o segundo sim, é um BANGERR, destaque pro feat do Q. Além dessas, destaco os instrumentais turnt up de “New Level” e “Swipe Life”, mas não as perfomances nessas faixas.

Aí você pensa, “Daí pra frente só melhorou, né Vinar?” Não, meu amigão, muito pelo contrário. Daí pra frente só ficou pior, a partir de “Beautiful People” o álbum vira uma tentativa horrível de fazer um conscious rap, o que cá entre nós não é a praia do artista, além disso as tracks em si são de pouquíssima qualidade. Só pra exemplificar, vou falar de “I Love You”, uma love song que mais pareceu ser do Chris Brown que qualquer outra coisa, e (Preparem-se) a faixa “World Is Mine” com nosso queridão Big Sean, essa faixa é uma competição pra ver quem faz mais feio na porra da musica, e mesmo que Big Sean CANTE a porra do refrão, Ferg consegue ser pior que ele. Foi uma dura briga, mas parabéns, Ferg… Vencer do Big Sean nisso não é pra qualquer um. E assim finalizo a review, meus caros, fiquem longe disso aqui. ❤ PEAAAAACE!

Anúncios

4 comentários sobre “Review: “Always Strive and Prosper” por A$AP Ferg

      1. Cê pode curtir nossa page no Facebook ou baixar nossa extensão pra Chrome e Mozilla pra ficar sabendo assim que as reviews saem, tá tudo aqui na lateral do site!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s