Review: “Slime Season 3” por Young Thug

SS3

Fala ai, seus Justin Bieber de dread, suavão? Jé Santiago mais conhecido como Catuaba papi aka Swag Imaculado aka Negão_27cm_Com_Cam… Tô de volta pra lhes abençoar com mais uma review e mais uma vez sobre um artista muito mais que especial. A resenha hoje é sobre o Young Thug… O rapper que ficou conhecido por fumar pênis, usar vestido e pintar a unha. Sem mais delongas, partiu!

Mano, antigamente falar que curte Young Thug na roda de amigos era algo vergonhoso. Eu sempre curti, simpatizei com esse anfíbio logo na primeira vez que o vi e não me arrependo mas por um tempo fui alvo de chacotas, mas nunca tirei a razão dos cara. Porra, olha pra ele mano, o que tem a vê gostar dele??? O tempo passou e hoje, o Thugga é um dos rapper mais populares do gênero. Ouvir sua música não é mais vergonhoso, pelo contrário, se tornou algo cool e por isso eu to começando a odiar ele (?). Não sei vocês mas passar a odiar algo por que se tornou popular e todo mundo tá amando, é algo que faz parte da minha personalidade e dificilmente vou mudar (se você é assim também saiba que eu te respeito demais).

Mas enfim, um tempinho atrás o Thugga soltou a terceira tape da série clássica “Slime Season” (seguindo os mesmos passos para o sucesso de seu ídolo Lil Wayne). São 8 faixas totalmente TURN UP. Não existe nenhum conceito, tema, profundidade e tal. A proposta do Thugga é mostrar criatividade na criação de flows, uns beat pica, melodias e bastantes barulhos feito com a boca de procedência duvidosa. De vez em quando mas beeeeeem raro ele solta umas linhas legais e inteligentes mas basicamente é um flow muito foda cuspindo qualquer palavra que vier a sua cabeça, rimando ou não. É isso que me intriga as vezes, como o cara consegue fazer isso, que contradiz totalmente as “regras” de um rap e mesmo assim soar bem? São duvidas que acho que nunca conseguirei responder, só sei que eu fodo com a musica do thugga pra caralho. A tape abre com uma produção do Mike Will Made It “With Them“, que já se tornou uma das faixas mais tocadas do trampo. Cuspindo barras hilárias de forma picuda com seu flow pra la de diferente, ele já conseguiu me chamar a atenção e arrancar gargalhadas intercalando com dabs e uns hit the folks na sala de casa. Outra faixa que me chamou muito a atenção foi a “Drippin”… Eu chamo isso de “brincar com a métrica” é um bagui muito diferente do que eu já tinha visto ele fazer, não sei quando esse maluco vai parar de inovar, fora o jeito que ele utiliza a voz, parece que ele gozou e a mina continuou chupando.

Um bagui engraçado é que o Thugga tem vários filhos por ai, e ele chama esses muleque pra participar da faixa “Slime Shit”. Todos os rappers soam exatamente iguais eu não sei o que tem a ver todo mundo cantar igual mas vamos dar uma chance pra esses cara né, eles são muito ruins mas não vamo estragar o sonho deles. Já a “Digits” é a minha track preferida. Sinta essa melodia invadir seu corpo, até que você levante e vá encochar sua mãe no tanque. Esse som é fogo demais, alias, não existe ainda um som de Young Thug x London on da track que não seja fogo direto dos quinto do inferno. Não tem muito o que falar, até porque se eu for falar de todas as faixas vou falar a mesma coisa toda hora. É um bagui bem raso, pra colocar na playlist de ida ao trabalho/escola, no busão, festa, balada etc. Esse tipo de artista é 8 ou 80, ou você ama ou você odeia, não existe meio termo. Dentro da proposta que esse rapper apresenta, ele é um dos melhores (se não o melhor) e vem influenciando muitos rappers da cena.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s