Review: “Lead Poison” por Elzhi

ElzhiReview

Fala, seus “Batman V Superman é ruim”! Se preparem para mais uma review do CEO aka Cacique Vinar aka Aquele mano das reviews maneiras. E dessa vez, vamos falar de Elzhi, MC de Detroit, membro do Slum Village, e seu novo projeto “Lead Poison” que foi financiado pelos próprios fãs por uma campanha que o rapper fez no Kickstarter. Então, vamo dar o pontapé inicial nessa porra! (SACARAM?)

“Lead Poison” é  um trabalho super introspectivo, focado em várias nuances da pessoa do MC. Inclusive, a sua relação com o trabalho, como vemos na primeira faixa “Medicine Man”, onde o MC parece quebrar a cabeça pra começar o verso e assim que ele começa sai soltando perólas, como essa bela linha:

Don’t fall for the allusions of losing
Cause going through the ups and downs creates the W” (“Medicine Man”)

E assim, segue a temática do álbum: “EGOcentric” tende a focar no lado egocêntrico do MC, “Hello!!!!!” que representa todo o esforço que ele põe na sua música para tentar passar uma mensagem adiante, e ser ouvido pelos fãs e até pela indústria mesmo, ou até mesmo sua situação na fodenda friendzone na track “Friendzone”. Acho que era só tu que ficava na friendzone, nerdão? Além disso, tem algumas tracks que dão aquela quebrada nesse conceito, o que eu achei muito inteligente da parte dele e cês vão entender depois o porquê, algumas dessas faixas são a “Two 16’s” e a “She Sucks” onde ele mostra que também manda bem no Storytellin’.

Elzhi mostra durante todo o álbum boa perfomance no mic, mostrando habilidade com rimas silábicas e bons punches, mas seu flow e delivery praticamente se mantém os mesmos durante quase todo o álbum e isso influencia pra caralho com que a vibe do bagulho se torne meio unidimensional, além da levada laid back dos próprios instrumentais, que acaba fazendo com que “Lead Poison” soe um projeto meio maçante, ainda mais quando se tem 16 tracks.

Na verdade, a produção é uma das maiores culpadas pelo projeto soar maçante, muitos dos beats soam parecidos demais, melodias calmas, até minimalistas, e meio arrastadas… Não que os beats sejam ruins, o que incomoda mesmo é a repetição e similaridade nos estilos. Pra compensar, alguns beats destoam disso (Outra boa decisão, El), como o de “She Sucks”, onde ele opta por um beat com sonoridade cinematográfica pra combinar com o storytellin da faixa; e o de “Cloud” que traz um belíssimo sample de soul, ou seja lá o que for, só sei que o beat é lindíssimo.

Pra finalizar, lek. Não acho que o álbum seja ruim, muito pelo contrário, Elzhi é um puta MC, e se percebe isso durante a audição, a não ser que tu seja um mongol. Ele se complica, pelo menos PRA MIM, nos aspectos que já citei, beats um tanto quanto redundantes, unidimensionais, flows repetitivos, além de número longo de faixas, isso deixa o projeto meio desinteressante, o que é uma pena, já que o cara manda tão bem no mic e tem bons conceitos, como o de “Misright”, não vou dar spoiler porque é um conceito interessantissimo o dessa track, ouça e DESCUBRA. E é isso, cuzão, escuta e diz o que acha aí nos comments, eu respondo todos os comentários com muito carinho e alegria no coração. ❤

Anúncios

2 comentários sobre “Review: “Lead Poison” por Elzhi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s