Review: “STATIK KXNG” por STATIK KXNG

STATIKKXNGreview

Fala aí, seus juízes do UFC! Que ódio desses filhos da puta, mano. E vocês como tão? Pai tá puto, mas nem por isso vamo deixar de trazer as melhores reviews do Brasil. E dessa vez, vamo revisar um lançamento… Lançamentos tão mais raros que figurinha do Messi no álbum da copa, mas enfim, vamo falar do mais novo duo MC/Produtor no mercado, Statik KXNG, que traz seu primeiro álbum que leva o nome da dupla. Então vamo pra review.

Esse álbum, marca uma espécie de união de estilos diferentes: Um produtor de Boston, East Coast, Statik Selektah, que tem no boombap sua maior influência, trazendo uma roupagem mais atual a esse estilo de produção; e um MC de Long Beach, West Coast, um spitter que tem mantido um nível alto de perfomance desde que eu passei a acompanhá-lo, KXNG Crooked f.k.a Crooked I, 1/4 de um dos meus grupos favoritos da atualidade “Slaughterhouse”.

Como eu já esperava, esse álbum se resume em B.A.R.R.A.S. e beats maneiros. Desde a intro “I Hear Voices”, Statik traz um tom nostálgico nos beats, que guardada as proporções, me fez lembrar bastante o estilo de produção do “It Was Written”, segundo álbum de estúdio do nosso querido Nasir Jones – Nas, seu leigo – tanto no estilo de samplear, quanto nos samples escolhidos. Na parte do Crooked, o de praxe, uma lírica picuda, bons punches e uma delivery agressiva. Bom exemplo disso é a track “Magic & Bird” onde ele vai pra cima com sílabas insanas.

9 rounds in the clip of the Longnose eagle
Love no hoes I don’t fuck with po-pos I just stick to those codes while I’m making songs with the flow that knows no equal (“Magic & Bird”)

Em alguns momentos do álbum, se cria uma harmonia entre os estilos, como na supracitada “Magic & Bird” (nois fala bunito demais, né cuzão?), onde o beat e o flow do MC dão PERFECT MATCH e ambos te fazem pular da cadeira. Mas em contrapartida, o resultado do contraste de pegadas também dá um resultado muito bom, como na track “Dead or In Jail”. 

Em resumo, o debute de Statik Kxng não traz ao máximo o potencial dos dois artistas, tampouco um bagulho novo pro cenário. O maior trunfo do projeto é a execução de rimas e batidas, e essa vibe nostálgica. “Statik Kxng” é um bom projeto, mas creio que como muitos que saem no começo do ano, vai ser deixado de lado ao longo do tempo. E é isso, cuzão! PEACEEE!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s