R&B Review: “Malibu” por Anderson .Paak

MalibuReview

Fala aí, seus apropriadores cultural do caralho! Vinar de novo nas internet pra comentar mais um álbum rapidão aqui com meus truta de batalha. Dessa vez, vamo falar do novo projeto do Anderson .Paak, “Malibu”, aquele mesmo que mandou AQUELES ao vivo no álbum do Dr. Dre, e conquistou a atenção de gerrral, inclusive a minha. Então, partiu review, carai!

Sonoramente, eu curti o jeito como o Paak conseguiu mesclar várias referências e vários sons que o influenciaram pra dar uma cara pra esse álbum. O álbum vai mais pro lado da soul music mesmo, sem perder a cara de R&B e ao mesmo tempo inclui elementos de outros estilos como Blues, e sim, vi algumas pessoas comentando sobre o álbum ter uma cara mais old-school, e super concordo com esse ponto. Tematicamente, o equilíbrio do álbum é bem interessante. Paak não se prende em nada e vai de músicas românticas como a “Room In Here” a músicas mais sujonas, algumas mais introspectivas como a “The Season/Carry Me” e outras mais dançantes vide “Am I Wrong”, e ele faz todas essas pegadas BEM.

Um bagulho que me chamou a atenção, foi a lírica que ele manda em algumas tracks. Eu, particularmente, não vou pra um álbum de R&B ou qualquer outro gênero além do Rap, esperando uma lírica boa ou até mesmo minimamente elaborada, mas assim que ouvi “The Waters”, me supreendi com a construção do verso do menino, e isso se repete mais algumas vezes durante o álbum. Os feats em “Malibu” foram relativamente poucos, os mais notórios foram Rapsody e The Game, a primeira mandou muito na faixa “Without You”, nos entregando B.A.R.R.A.S. e o segundo mandou um verso legal também na track “Room In Here”.

Comentando agora sobre as tracks que eu mais curti, além da “The Waters” que já comentei: “The Season/Carry Me”, foi o primeiro single se não me engano e eu curto muito essa track, desde os refrões, até o instrumental, passando pelos versos que são meio introspectivos, onde menino Paak relembra alguns momentos da sua vida como experimentar o seu primeiro Jordan; A track “Parking Lot” que apesar de ser simples, tanto na produção quanto nos versos,  ela funciona super bem com o ritmo contagiante somado ao refrão grudento; A “Am I Wrong”, a qual já citei em cima, curti pra caralho a vibe da música, ScHoolboy Q faz um feat ok na faixa também, mas mas também o solo de trompete no final que caiu perfeitamente.

Então é isso, seus otários. Fecha a aba do blog não porque o ultimo que tentou enrolar nóis, ficou fodido. PEAAAACE!

Stream do álbum aqui.

Compra do álbum aqui.

Nota4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s