Review: “Revenge of the Dreamers II” por J.Cole & Dreamville

colereview

Fala pra mim, seus Revel álbum do ano! (Vocês, hein? Puta que pariu) Vinar aqui pra minha última review do ano (AÊ, CARALHO!!!), até porque semana que vem vamo lançar nossas listas de fim do ano, e pra terminar bem esse ano de reviews, vamo falar do segundo projeto da galera da banca do nosso querido Jermaine Cole, que conta com uns malucos bem talentosos, como Omen, cujo álbum eu e Mateus revisamos esse ano, e isso quando ele nem fazia parte da nossa crew, e Cozz, que também lançou um projeto bastante sólido ano passado, então, vamo pra review, seus merda!

Vamo começar pela produça, que tá finíssima, como um projeto, esse EP/Mixtape é bem coeso, as melodias são lindas, e criam a atmosfera perfeita paras as tracks que em grande maioria são bem introspectivas. Não tive acesso aos créditos da produção (Sério, procurei pra caralho mas não achei), mas creio que Cole e Omen lidaram com grande parte da produção, eu chuto que Omen produziu várias, alguns dos beats tem caracteristícas bem parecidas com os beat do seu projeto solo. Eu destacaria alguns beats, mas todos tão muito picas, e no conjunto da obra fica ainda melhor.

Enquanto rimas são o assunto, toda a banca vão muito bem. Abro um comentário pra perfomance do Cole, que vem se mantendo num nível alto na sua escrita, e aqui não é diferente, ele veio afiado, assim como seus meninos, Omen, Cozz, e Bas e Lute. Dois desses citados, me chamam mais a atenção, Omen e Cozz, no primeiro o que me prende é a cadência dele, e como ele canta no meio do verso é bem maneiro (Apesar de eu não gostar quando outros artistas fazem isso), e sobre Cozz, basicamente, é porque ele é sujo e e tem boas sacadas, punches legais, se liga na linha que ele manda na “Backseat” (Track que vai ter um paragráfo só pra ela):

Introduce her whole face to my family (“Backseat”)

Então, nessa “Backseat” temos essa cantora Ari Lennox, que puta que pariu. Que perfomance, o timbre dela é único, e o beat é simples, mas ao mesmo tempo com ela harmonizando no fundo, é super foda. A track é tão bonita, e quando tu vai ler, ela é suja pra caralho (Ou seja, amamos), pra fechar, Cozz manda um verso a altura da track.

Pra finalizar… Cara, esse projeto merece o play, não é algo super trabalhado e isso só mostra o quanto os caras são talentosos. Pra quem é fã do Cole, dêem uma chance aos outros artistas, afinal, o Cole mesmo acha que eles são fodas, e são realmente. Então, é isso, falou, seus estrume. PEAAAACE!!!!

Nota4

Anúncios

Um comentário sobre “Review: “Revenge of the Dreamers II” por J.Cole & Dreamville

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s