Review: “Bad Neighbor” por MED, Blu & Madlib

bad-neighbor-1500

Fala, seus crackudo! Vinar aqui na quarta-feira, por motivos de “eu quis”. E vamo revisar o mais novo trampo colaborativo de Madlib e Blu, que são conhecidos por fazerem collab albums fodas (Vide Madvillainy e os do Blu com Exile, Below The Heavens, por exemplo), mas dessa vez eles estão juntos com MED, rapper da Costa Oeste, para droppar esse consistente trabalho. Então…

Vamo começar pela produção, que obviamente, foi inteiramente do Madlib, e como era de se esperar, tá muito boa. Uma coisa que me surpreendeu foram os drums em várias batidas, o padrão deles me lembrou um pouco o estilo dos Neptunes no tempo do Clipse, pode parecer viagem, mas foi o que me lembrou. Outro ponto a se destacar, são os samples que apartir da 6ª faixa, levaram o álbum a outro nível.

MED e Blu, mandam bem nas rimas, porém, nada que seja mind-blowing, nada de sensacional. Um ponto negativo, foram a delivery/flow das primeiras cinco faixas, que eram idênticos, e fizeram com que elas não funcionassem muito pra mim. Uma das linhas que eu achei maneira:

They tryna move keys better than a pianist compose
She say my single put that tingle in her nose
On the coast where the summer is the season for the snow (Blu em “Peroxide”)

Como já deu pra perceber, eu curti demais esse álbum, depois das pouco convicentes primeiras cinco faixas. A produção foi pra outro nível e levou os MC’s juntos,  em questão de flow/delivery. Me amarrei demais no sample de “The Stroll”, e do jeito como o Madlib amarrou ele, uma maneira nada convencional, mas ainda assim, pica. Em “Knock Knock”, temos feat do MF DOOM (Salve, Huss!), que trouxe ares diferentes pro projeto, entregando um verso pica e muito comédia, além da produção da faixa que é muito boa também. “The Strip”, “Finer Things” e “Drive In” trazem uma parte mais melódica (Salve, Ret!) do álbum, com nomes como Anderson.Paak, Aloe Blacc e Likewise apoiando com belos refrões e bridges.

“Bad Neighbor” acaba sendo o bom projeto, mas pelos envolvidos, talvez a gente esperasse um pouquinho mais. A concepção do projeto acaba sendo meio vaga, sem um conceito por trás, mas sonoramente é muito sólido, então, cê curte algum dos artistas envolvidos, não há porque não dar uma chance a esse projeto. Então, é isso, galera! Segunda tem mais, na data normal. PEAAACE!

Nota35

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s