Review: “Live & Grow” por Casey Veggies

casey-veggies-live-and-grow

Oi né.

Eu sei que ces ficam esperando um post meu a semana inteira assim como os fãs do Eminem esperam por um verso bom, mas diferente do branquelo, o menino swag do Rap Shit tá aqui mais uma vez.

Em pleno feriado prolongado, reservei algumas horas do meu dia para ouvir e discorrer minha opinião sobre o trampo do Casey Veggies. Assim como muito de vocês, eu não conhecia esse lek, inclusive, resolvi ouvir esse trampo porque achei a capa do álbum muito foda, isso mesmo, “julguei o livro pela capa”.

O Casey Veggies era um afiliado da banca do Tyler, The Creator: Odd Future, porém ele preferiu meio que se desligar dos cara e voar com suas próprias asinhas, mas não perdeu o contato com os caras, continuaram amigos e seus antigos companheiros fizeram algumas participações em seus projetos e vice versa. Por tratar-se de um debut album, veio com uma boa delivery, flow, barras e uma produção boa.

Liricamente ele se mostrou ser um rapper bastante habilidoso, mas de forma “moderada” porque sua proposta não é mostrar suas habilidade na caneta e sim, ter um melhor recebimento comercial e poucos rappers conseguem ser comercial mantendo um nível alto nas letras. Essa proposta comercial, conseguimos perceber pelos features do álbum. De todos features do álbum, que são pessoas extremamente comerciais (Ty Dolla Sign, Dej Loaf e Tyler) o único que acho ter alguma relação com o estilo do Casey é o Tyler, que mais uma vez arregaçou na produção. Jazz, nigga, bring jazz back to hip-hop.

 Outra faixa de destaque é a New Face$”, onde ele nos abençoa com muitas B.A.R.R.A.S, delivery muito foda e um flow matador. A produção da track é foda, afinal é trap né, vocês sabe que o pai gosta. Na faixa Tied Up”, ele conta com participação da Dej Loaf no refrão, e é uma track bem rádio, mas até que legalzinha. Enquanto nas tracks Backflip, com participação do YG e do Iamsu! já é um som pra curtir com os parça na sexta feira. Percebi que o Casey quis fazer um álbum com vários tipos de sonoridade, isso é bom pois não deixa a tracklist chata. O problema é que ele não mantém a mesma qualidade no decorrer do projeto, faz com que ele pareça uma montanha russa, cheia de altos e baixos. Isso também deixou o album sem uma certa coesão, as tracks estão bem soltas, e não da uma “cara” para o MC ou uma característica pro album conforme vamos passando as faixas.

De qualquer forma, é um álbum muito bom, considerando que é um rapper de 22 anos lançando seu debut comercial. Tenho certeza que não irá marcar esse ano, afinal em 2015 tivemos lançamentos incríveis de verdadeiras lendas do rap, e isso ofusca qualquer outro trampo lançado, mas o Casey tem talento, tanto na caneta, quanto na produção então vamos esperar seu próximo trabalho e acompanhar sua evolução.

Nota3

Anúncios

Um comentário sobre “Review: “Live & Grow” por Casey Veggies

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s