Review: “Evermore: The Art of Duality” por The Underachievers

cover

Fala aí, rapazeada ! Vinar de novo aqui… review…. blá blá blá. Cut the bullshit, hoje a review é sobre o novo trabalho do duo de Flatbush, The Underachievers, que lançou recentemente Evermore: The Art of Duality, o seu segundo álbum sob o selo do DEUS FlyLo, Brainfeeder. Então, vamo ver qual é a deles. Clica aí, seus mãe com pinto na testa (S/O pra todo mundo que sugeriu xingamentos no twitter HAHAHAHA)

Bem, o  conceito do álbum é mostrar uma certa dualidade, não sei em qual sentido eles tentaram fazer isso, mas essa dualidade só fica evidente sonoramente e não composição do cd, que tem duas vibes diferentes: A primeira parte é mais chill-out, com umas melodias aéreas bem legais, enquanto a segunda parte é mais porradão, composta por bangerrrrs.

A produção na primeira parte, foi de longe a que eu mais curti, as melodias dos beats são incríveis, seja as strings em “Shine All Gold”, ou o piano em “Chasing Faith”, em são elas as responsáveis por cria a vibe chill-out meio “cósmica” da primeira fase do projeto. Na segunda metade do projeto, as batidas vem mais agressivas, os famosos bangers, porém a sonoridade meio áerea, meio dark prossegue o que dá uma certa coesão entre as duas metades.

A lírica da dupla composta por AK e Issa Gold, é muito boa. Na primeira ouvida, até me fez lembrar as rimas de Joey Bada$$, pelo grande uso de assonâncias, mas além disso, conseguir catar umas punches bem foda como:

UA take over the atlas and draw with the AK, that’s 4-7 balance
So vacate, don’t challenge, got artistic talents (AK em “Take Your Place”)

OU

Fuck what you saying (“Usain”) like Bolt (AK em “Reincarnation (Phase 2 Intro)”)

Entretanto, senti que algo que prejudica muito o álbum é a pouca variedade  de flows no projeto como um todo. “Ah, cara. Eles mudam sim”, sim, eles mudam, mas bem pouco o que se torna um bocado repetitivo. Assim como o subject matter da dupla, ficar ouvindo um loop sobre problemas pessoais, lembranças do gueto com pouca profundidade não chama atenção, é quase como se eles falassem sem querer ser ouvidos.

Bem, galera. É isso… Fiquem por aqui, que vai vir MUITA coisa pesada por aí, pode confiar. PEACE!

Nota3,5

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s