Review: “Wave[s]” por Mick Jenkins

mickwaves

Salve, rapazeada! Vinar aqui em mais uma segunda feira pra falar de um trampo gringo que vinha sendo alvo de muito hype pelos fãs: “Wave[s]” do rapper de Chicago Mick Jenkins. Mike lançou ano passado a aclamada mixtaper “The Water[s]” que fez muita gente abrir os olhos pra ele, que é um cara bastante talentoso. Sem mais blá blá blá, partiu review!

Por ter gostado MUITO da tape anterior do Mick, eu esperava bem mais desse projeto aqui, não que ele seja ruim, é “The Water[s]” era bem melhor, mais coeso, e até conceitualmente mais trabalhado, até porque o “conceito” desse EP parece ser bem vago, e trabalha na metáfora do trabalho passado onde as águas eram conhecimento, a verdade, e até mesmo força, com Mick trazendo sempre food for thought nas suas, mas infelizmente, em “Wave[s]” isso não fica tão claro.

Não tem nenhuma faixa que tenha achado ruim, mas a segunda faixa, a “Slumber” os drums realmente foram um incômodo, estavam mais altos do que deviam e a vibe da faixa se perdeu. Do projeto anterior pra esse, Mick manteve uma vibe mais chill-out, como “Your Love” que é uma baladinha super foda produzida pelo Kaytranada, misturando com as cuts de beat mais dark, como a “Alchemy” onde ele rima agressivo e soltando várias linhas quentes.

Flooded the market, murdering flows it’s blood on the carpet
A crime scene, gave ‘em the light
Wait ‘till I turn on the high beams
Niggas ain’t seeing me
Drunk off this water you might just see three of me (“Alchemy”)

Outra coisa que senti falta nesse EP foram os puches inteligentes do Mick, mesmo que as rimas fodas e o flow ainda estivessem lá o que me prendera nos sons deles eram as barras, o que pouco aconteceu ao ouvir Wave[s]. Uma track que merece total atenção é a penúltima, “P’s & Q’s”, onde ele brinca de aliterar, onde o som consonantal do P e do Q ficam em evidência (Segundo o Genius, ele usou a letra P 105 vezes e a letra Q 22 vezes),  o que demonstra o quão bom MC ele é, destaque também pra low-key produção do Kaytranada nessa track também. Aliteração pra quem não tá ligado é a repetição de um som de uma consoante numa linha ou até num verso, como Mick demonstra abaixo:

With perfect pitch I’m singing free my niggas
Polished and purposeful he’s producing pristine pictures
Pay me, gimme plenty, the trees begat keys
That’s paper, so hold the pennies (“P’s & Q’s”)

Bem, pra quem curtiu o estilo do Mick na tape anterior, pode ir fundo em Wave[s], mas talvez cê saia um pouco desapontado, mas a música é boa. Pra quem não conhece o rapper, e quer começar a ficar por dentro, sugiro que ouçam The Water[s] primeiro e depois esse aqui. Essa foi mais uma review do Rap Sh!t, fica ligado nas nossas pages que essa semana ainda vem bastante review, compartilha com os coleguinhas aí e é isso. PEAAAACE e #PikachuNaSeleção !

Nota3,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s