Review: “Pound Syndrome” por Hopsin

hopsinshit

 

E aí, fam ?! Tudo certo ? Vinar aqui no blog de reviews mais quente (Don’t front, bee) e hoje vamos falar de Hopsin, MC que divide opiniões, é um tanto quanto polêmico, e tem uma fan base boa aqui no território HU3 BR. Seu som já foi comparado muitas (ínumeras) vezes ao som do Eminem, e é realmente claro a influência, e até o próprio Hopsin, afirmou que a lenda de Detroit é seu maior ídolo. De qualquer forma, vamo pra review do quarto álbum do cara.

Hop é sim um bom MC, ele tem boas sílabas, flow, esquemas… Mas o principal ponto negativo nele é a sua falta de criatividade/originalidade, e nesse álbum, ele reforçou essa ideia pra mim. Pra quem ouviu seu último projeto “Knock Madness”, não há MUITA diferença, os temas são os mesmos: Mulher, “O jogo tá fodido”, “Sou insano!”, etc. Mas sim, há alguns pontos diferentes que quero ressaltar, nesse projeto aqui Hopsin me soa menos (Um pouquinho só) corny, o que é ótimo, e um pouco mais confiante como um MC.

Mesmo eu tendo dito que ele soa menos corny, ainda tem momentos desse tipo como a “No Hope”, onde ele fala sobre a traição de amigos, o tema não é o principal problema, e sim a concepção da faixa, e a “Fly”, onde apesar de tocar em assuntos relevantes, ele não faz da faixa algo muito chamativo. Junto a falta de novidades, criatividade; A maior parte do beats serem um tanto vagos; E maioria dos refrões que são fraquíssimos: Esses são os maiores problemas do álbum.

Como disse, Hopsin é um bom MC, tem boa habilidade, e algo me chamou atenção foi a diversidade dos seus flows, algo que ele não tinha antes. Uma outra coisa que eu peguei, foi uma influência clara do double time rapper, Tech N9ne, tanto em termos de produções, quanto na delivery, quanto em alguns flows. Mas, o melhor mesmo do álbum é o skit “No Words”… Bruh, eu nunca ri tanto! HAHAHA Hop critica a cena, e os rappers que não falam coisa com coisa, apenas tem uma batida foda e fazem seu nome, e faz uma impersonação muito clara do Future, é apenas HILÁRIO!

Resumindo o álbum, It’s the same old Hopsin sh!t. Algumas das faixas interessantes, outras nem um pouco o que faz com o que o projeto fique naquela faixa “OK”. Hopsin tem sim habilidade, mas artisticamente, deixa muito a desejar. Se você, caro brother leitor, é fã de Hopsin, vai fundo que cê vai curtir pra caralho; Se você não curte o que o Hopsin já lançou, fique longe disso aqui. Vinar aqui, PEAAAAAAAAAAAACE!!!

Nota3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s