Drop The Beat! – “At.Long.Last.A$AP”

alla

Salve rapazeada, sentiram saudade?? To de volta, pra trazer um conteúdo sobre as produções das merdas mais quentes jogadas na rua atualmente.

O projeto que ta fazendo um certo barulho no jogo agora é o At.Long.Last.A$AP ou Até.Que.Enfim.A$AP para os tupiniquins. A força maior por trás desse trampo foi a perda que o Rocky teve recentemente, de seu mentor A$AP Yams, que morreu em janeiro enquanto eles ainda estavam trampando em cima do disco.

Esse disco está muito diferente do que eu estava esperando. Pelas tracks que o Rocky vinha lançando, tais como “Multiply”, “Lord Pretty Flacko II” e “M’$”, eu achei que ia vim algo bem pra cima, uma vibe mais pra club, porém me enganei. O disco ta bem obscuro, melódico e diferente do que eu já tinha escutado do rapper.

O fato de eu ter me enganado, não quer dizer que não gostei, muito pelo contrário, me agradou bastante. Particularmente, prefiro o Rocky em faixas turn up e nesse quesito ele veio PESADO! Destaco as faixas “Lord Pretty Flacko II” produzida pela dupla Nez & Rio. Não consegui encontrar alguma referência de sample utilizada, mas é algo que lembra muito uma sirene(???), mas muito foda! Em beat lento o Flow do Rocky flui muito bem, aliás, na minha humilde opnião ele tem um dos melhores flows do jogo. Prestem atenção na cadência dele nessa track, principalmente a partir de 1:20 quando ele manda o “trick, what? pimps up, hoes down, whoa now”, muito bom memo, mas esse papo de flow eu deixo pros meus parceiros Vinar e LaHuss.

Outra faixa BANG desse disco é a “M’$”. Rocky é muito influenciado pelo “Dirty South” tanto na sua levada, quanto no seu estilo de rimas e nas produções utilizadas. Quem produziu esse som foi o Mike Dean, que é uma das figuras mais marcantes nesse estilo de música “sujo” do sul do Estados Unidos. A introdução do som tem um vocal com áudio alterado, pique aqueles chipmunks kkk. Como trata-se de um trap, não poderia faltar o já classico 808 com o hi-hat com velocidade triplicada. O interessante desse som é o featuring do Lil Wayne, desculpa ai Flacko mas o Weezy MATOU O BEAT!!!!

Outra produção que gostei muito (fãs do boombap me perdoem, eu também gosto, mas ultimamente o trap se tornou minha paixão) é a “Eletric Body”. Eles usaram um sample da música “Exiled” por Morbin, não faço a mínima de quem seja esse cara ou como eles acharam essa música mas ficou daora. Esse som é da série “dar rolê na quebrada de sábado na caranga do pai”.

Um som que eu curti é a “Holy Ghost”, uma vibe íncrivel!!! Com participação do Joe Fox e produzida pelo Danger Mouse. Foi utilizado um sample da música “Noon As Dark As Midnight” por Lucero ficou pesado demais. Esse som é bem pessoal do Rocky e o Danger conseguiu passar esse sentimento principalmente no refrão. A faixa “L$D” foi uma das músicas mais “diferentes” que eu já ouvi um rapper fazer. Na verdade, tem nada de rap nesse som, mas é bom, é gostoso de ouvir, talvez sob o efeito da droga fica mais daora ainda (Mentira, crianças, não usem isso). O Rocky fala sobre a viagem que essa droga e a vibe da melodia descreve isso muito bem. Tem alguns riffs de guitarra no decorrer da música, com alguns vocais bem melosos no fundo e vários “barulhos” e instrumentos que não consegui identificar, ótima faixa e mostra a versatilidade do Rocky como um artista.

Vale ressaltar a música “Jukebox Joints” produzida por “Che Pope” e o mestre Kanye West. Quando falamos de produções envolvendo o Ye, certamente teremos um sample de Soul Music. A primeira parte foi feita pelo Che Pope, da qual ele utilizou arranjos feitos pelo músico porto riquenho Hector Delgado. Na segunda parte, o Ye utilizou um sample da música “Much Better Off” da banda Smokey Robinson’s. O verso do Kanye West eu achei fraquinho mas a produção é 08/10, dificilmente ele decepciona.

Este disco está excelente, quem ainda não tem, pode pá que não vai decepcionar. Mostra uma nova fase desse rapper que tem muito a nos oferecer, não só como MC, mas como músico. A produção é boa, o disco flui bem faixa a faixa, porém é bem longo (18 faixas). Eu tava muito empolgado para esse release, mas ainda bem que ele não me decepcionou. Agora só nos resta esperar o já prometido projeto do Rocky com sua banca A$AP Mob, que promete muito, com destaque para o A$AP Ferg que é um dos meus preferidos do coletivo.

Galera, não esqueçam de curtir nossa página no facebook, sigam nosso twitter também que toda semana tamo lançando algo, aqui é sem massagem, a equipe não para. Tamo junto meus parça! Tudo de melhor sempre… É NOIZZZZZZZZZZZZZZ.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s