Review: “I Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside” por Earl Sweatshirt

1792a0e290557053bb6c466fd49e0c90

Salve, tropa ! De volta aqui pra mais uma hot review, como diria LaHuss. Dessa vez, vamos falar de um álbum que não tava no meu radar, mas que até agora, pra mim, é um dos melhores do ano: “I Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside” do Earl Sweatshirt, da Odd Future, esse é o segundo álbum do rapper, o sucessor de “Doris” que foi muito bem recebido na época que lançou, mas que eu dormir nele (Pretendo ouvir em breve).

Minha primeira reação ao álbum não foi nada boa, não tinha gostado de absolutamente nada mas à medida que fui ouvindo outras vezes ia gostando cada vez mais, até um ponto em que passei a adorar o projeto, “I Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside” é uma merda super bem produzida, coesa, liricamente no ponto, tá no meu top 5 do ano, por enquanto.

Heavy handing tracks until the day the fucking train come
Raised up, where every mouth that speak the truth get taped shut
Peep the evening news, my nigga, we don’t do the same stuff
 (“Off Top”)

A produção no álbum, após os primeiros contatos com o álbum, ela começa a agradar e é realmente, muito boa. É uma produção nada convencional, ela dá o tom dark pro projeto, vale dizer que 90% do álbum foi produzido pelo próprio Earl, e isso fez com que ele soasse e encaixasse melhor nos beats. Outa parada interessante, são as melodias dentro das beats, melodias “bonitas” e bem vívidas, mesmo o álbum sendo tão obscuro.

Earl no mic vem carregado de punchlines, de wordplays fodas, sem contar a metrica, como já falei aí em cima. Earl é introspectivo, bota emoção no mic, parece que ele tá sempre puto da vida, e o ouvinte sente exatamente o que ele quer passar. Também temos as faixas onde ele tá mais confiante (Mas ainda puto), tipo “DNA“, rimando sobre as habilidades no mic e de como ele não tem “Bitch in his DNA”.

Thinking ‘bout my grandmama, find a bottle
I’mma wallow when I lie in that

I just want my time and my mind intact
When they both gone, you can’t buy ‘em back
 (“Grief”)

Não tem uma faixa que eu não tenha gostado nesse projeto aqui mas destaco “Faucet”, “Mantra“, “DNA“, “Grief” e “Grown Ups” como minhas favoritas. Talvez meu único problema com ele seja o modo como ele termina, “Wool” te dá um gosto de quero mais e não de conclusão.  Excelente projeto do SWEAT ! SHIRT ! HAHA

Nota4,5

 Ouviu ? Curtiu ? Não ? Porquê ? Comenta aí embaixo, mano. Vamo trocar uma ideia ! PEAAAAAACE !

Anúncios

4 comentários sobre “Review: “I Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside” por Earl Sweatshirt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s