Drop The Beat! – Samples nacionais usados na música americana

image

Salve rapa, to de volta! Hoje o assunto é um pouco diferente do que costumo falar aqui.

Essa semana, bombou na internet uma polêmica envolvendo o Ed Motta por um post no facebook. Com esse post, muitas pessoas ficaram ofendidas pelas palavras do Ed onde se destacaram as frases “não tem músicas em português no repertório, eu não falo em português no show…” e “esse não é um show para matar a saudade do Brasil, esse é um show internacional.”
Concordo que ele foi muito rude com as palavras e pá, poderia ter falado mais de boa, mas em partes eu até concordo com ele e o motivo de sua revolta. Você deve estar se perguntando o que tem a ver esse assunto com o post, mas vocês já vão entender onde eu quero chegar.
O post é sobre samples de músicas nacionais que já foram utilizadas em musicas de artistas de outros países, principalmente rappers americanos, certo? E isso já mostra a valorização da nossa música em outros países, ainda mais do Estados Unidos que todo mundo sabe que lá estão os melhores músicos do mundo. A nossa música e músicos não tem o devido reconhecimento, mas é uma das mais ricas e diversificadas do MUNDO. O nosso país não é um país que investe em música, não é matéria de escola, temos poucas escolas de música e nosso governo não incentiva esse tipo de ensino.
Todos músicos que conheço conseguiram se tornar músicos apenas com seu próprio esforço, por amor a musica, com investimento do próprio bolso e quando consegue se tornar um profissional não consegue arrumar um trampo daora por que vai ganha micharia. O MÚSICO BRASILEIRO NÃO É VALORIZADO NO BRASIL, mas fora do Brasil é, e muito. Muitos dos que criticaram o Ed nunca foram em um show dele, e não conhecem o trabalho dele. Conhecem ele como o “sobrinho do Tim Maia” mas ele já fez muito pela nossa música e é conhecido internacionalmente, convidado para vários festivais de jazz na Europa/América Do Norte mas em seu país não consegue ter esse reconhecimento.
Quem ai já escutou a trilha sonora do filme Tarzan, da Disney? Pra mim é a melhor trilha sonora de um filme/desenho que já existiu, a original foi dirigida pelo monstro Phill Collins e Mark Mancina, foda demais, mas o responsável pela versão em PT-BR ficou por conta do Ed e foi considerada por muitos críticos MUNDIAIS superior a original, até porque o Ed canta muito mais que o Phill Collins né, e muito provavelmente vocês não sabiam disso, certo?
Ele tem muitos outros trabalhos fodas mas nem vem ao caso eu falar isso agora, eu só quis mostrar minha opinião sobre o que aconteceu com o Ed Motta e que tão forçando a barra com toda essa crucificação que tão fazendo com o cara, pelo que ele já fez acho que ele merece respeito e temos que tentar entender ele.

Bom, vamo mudar de assunto ai. Vamo falar de RAP!
Separei alguns exemplos de samples de música brasileira usada em musica gringa. A maioria dos samples são de músicas nativas, que mostram a identidade do brasileiro e nossa cultura (samba, forró, bossa nova, baião etc) e mostra que os cara lá de fora tão ligado que aqui também tem música boa.

Pra começar, se liga nesse trampo que os cara do De La Soul fizeram. Eles pegaram uma música do Odair Cabeça em parceria com o Tom zé, o nome da música é “A Dor É Curta E O Nome Comprido”, é logo um forrozinho de boteco que os cara rala o bucho com as nega no nordeste. Uma mente normal não consegue imaginar um beat de rap com essa música, uma mente genial consegue. O resultado foi a música “The Art of Getting Jumped”. Pode para mano quando eu ouvi isso pela primeira vez eu fiquei dando cabeçada no meu joelho.

Sampleada:

Original:

Tem esse trampo aqui do Marcos Valle, que o Jay-Z usou na música Thank You. É até engraçado porque o Marcos Valle tinha muita referência americana na criaçao de sua musica, um pouco de blues e jazz, e essa som “Ele e Ela” tem até uma pegada de orquestra, fino demais. E não foi só esse trampo do Marcos Valle que foi usado pelos caras do EUA. Kanye West, ja usou em diversas músicas, Childish Gambino, Pusha T, Madlib, Muhsinah e vários outros. Sem moral ele né,  muita moral, mas só la fora, porque aqui ninguem nem sabe quem é.

Sampleada:

Original:

E o zica dos mais zica Jorge Ben… Pra mim um dos maiores e mais criativos músicos do nosso país. Esse mano ai sem palavras tio, Vários manos aqui do Brasil já usaram referências ao Jorge pra fazer rap e além disso, as músicas deles foram usadas em mais de 50 track gringas, ta pouco?. Um exemplo é num som do Black Eyed Peas (época que eles faziam música boa). Eles pegaram a música “Comanche” do Jorge que resultou na “Fallin’ Up”, esse beat é fino! Muito bom memo, da uma conferida ai mulecada.

Sampleada:

Original:

Então rapazeada, a mensagem que eu deixo pra vocês ai é isso, valorizem mais o músico brasileiro. Não limitam-se somente ao que toca na rádio, saca? Tem muito cara bom por ai, pesquisem, leiam mais, ouçam mais, deixem de lado o preconceito da uma atenção pro trampo dos cara, nossa geração tem a melhor ferramenta pra informação que o mundo já criou que é a internet, e ela deve ser usada pra coisas boas, não ficar o dia inteiro falando/lendo/ouvindo besteira, vamo usa-la pra benefício próprio e pra de outros manos, é nóis família! PAZ e tudo de melhor SEMPRE!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s